Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Defesas
    Consulta a Diplomas em Andamento

     

    Defesas Concluídas

    • Dissertações de Mestrado

     

         2013 - 2018

             

    •  Teses de Doutorado
         1981 a 2012
     

         2013 - 2018

     

        Dissertações/Teses

    • Consulta de Dissertações/Teses

         Biblioteca Comunitária UFSCar

         Repositório Institucional UFSCar

     

    • NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS
         Modelo de Trabalho Acadêmico
        

     

     

    NORMATIVA CAPES/BOLSISTAS



     

     

     


     

     
    Você está aqui: Página Inicial História da Criação e Funcionamento do Programa

    História da Criação e Funcionamento do Programa

    O Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Naturais (PPGERN) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) teve início em 1976, embasado em uma reconhecida tradição de atividades de ensino, pesquisa e extensão de sua unidade de origem, o Departamento de Ciências Biológicas do Centro de Ciências Biológicas (DCB/CCB/UFSCar), o qual deu origem aos atuais Departamentos da área Biológica da UFSCar, os Departamentos de Hidrobiologia (DHb), Ecologia e Biologia Evolutiva (DEBE) , Botânica (DB), Genética e Evolução (DGE) e Ciências Fisiológicas (DCF) do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS/UFSCar).

    A Área Biológica foi responsável pela implantação, em 1972, do Curso de Licenciatura Plena em Ciências Biológicas e, em 1975, do Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas, com ênfase em Ecologia.

    Em 1975, em uma iniciativa pioneira para o País, docentes do Departamento de Ciências Biológicas e de outras áreas (Matemática, Estatística, Computação) propuseram a criação de um Curso de Pós-Graduação Interdisciplinar, em ambos níveis, Mestrado e Doutorado, na Área de Ecologia, o primeiro criado no Brasil. Nesta etapa foi de fundamental importância o apoio e o incentivo do Prof. Dr. Heitor Gurgulino de Souza, 1º. Reitor da UFSCar, desde a criação da UFSCar almejava a criação de cursos de Pós-Graduação, assim como o valioso empenho dos Magníficos Reitor e Vice-Reitor da UFSCar na época da implementação do PPGERN, Profs. Dr. Luis Edmundo Magalhães e Dr. Edson Pereira dos Santos, respectivamente.

     A preocupação primordial de núcleo básico de pesquisa do PPG-ERN/UFSCar, originário do grupo de pesquisadores que implantou o DCB/UFSCar, foi a utilização da abordagem sistêmica para o tratamento da questão ambiental, por meio de um planejamento consistente de pesquisa ecológica, direcionado a um modelo (padrão) de ecossistema regional, representado pela Bacia Hidrográfica da Represa do Lobo (Brotas-Itirapina, SP).

    Merecem destaque, nesta fase embrionária do Programa, o envolvimento e a valiosa participação dos docentes da UFSCar – Prof. Dr. José Galizia Tundisi (1º. Coordenador do PPGERN), Prof. Dr. Arno Rudi Schwantes, Profa. Dra. Takako Matsumura Tundisi, Profa. Dra. Maria Luiza Barcellos Schwantes, Prof. Dr. Geraldo Barbieri, Prof. Dr. Marcos de Afonso Marins, Profa. Dra. Thusnelda Arens, Prof. Dr. José Antonio Proença Vieira de Moraes, Prof. Dr. Pedro Magalhães Lacava e Prof. Dr. Adalberto Perdigão Pacheco de Toledo – além da valiosa colaboração de docentes-pesquisadores de outras Instituições – Prof. Dr. Fausto Foresti (UNESP), Prof. Dr. Sílvio de Almeida Toledo (USP), Prof. Dr. Jehud Bortolozzi (UNESP), Prof. Dr. Otávio Freire (ESALQ/USP), Prof. Dr. Walter Celso de Lima (UFSC) e Prof. Dr. Swami Marcondes (EESC/USP). 

    Neste enfoque à Ecologia de Ecossistemas foi delineado um Programa de Pós-Graduação em Ecologia, bastante amplo, compreendendo os seguintes campos de atividades: Limnologia, Ictiologia, Interações de Sistemas Terrestres e Aquáticos e Genética Ecológica de Organismos. Nesta fase inicial do Programa a Área de Limnologia destacou-se por ter servido como modelo para uma abordagem holística de um estudo ecológico em Ecossistemas de Água Doce. O grande número de estudos desenvolvidos no PPGERN serviu como nucleador a partir do qual tiveram origem diversos outros grupos de pesquisa nesta área.

    O Curso de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Naturais foi o primeiro curso de Pós-Graduação em Ecologia e Meio Ambiente criado no Brasil. As atividades acadêmicas do PPGERN foram iniciadas em março de 1976, com base em uma estrutura acadêmica e de pesquisa direcionadas à investigação da estrutura e função dos ecossistemas, ambos aquáticos e terrestres e ao estudo da diversidade biológica incluindo o estudo ecológico de comunidades e populações, com abordagem multidisciplinar, aglutinando conhecimentos de diferentes áreas no campo das Ciências. 

    Este Programa foi inicialmente credenciado em 13/06/1980, pelo Conselho Federal de Educação, Parecer C.F.E. 664/80, em nível de Mestrado, na Área de Concentração em Ecologia, de acordo com o Parecer em questão, sendo que o credenciamento em nível de Doutorado ocorreria em uma etapa posterior, quando o Programa demonstrasse maior experiência nas atividades de Pós-Graduação na área em questão. As áreas de concentração propostas na implantação do Programa permaneceram como subáreas de pesquisa, em nada alterando a proposição e a estrutura científica do Curso no seu direcionamento básico à Ecologia de Ecossistemas. Dentro desta abordagem as linhas de pesquisa contidas no Programa, englobavam principalmente atividades de ensino e pesquisa nas subáreas: Limnologia, Ictiologia, Interações Sistemas Terrestres/Aquáticos e Genética Ecológica.

     

     

    Apresentacao1

     

     

    As disciplinas da grade curricular, que caracterizavam aspectos específicos das subáreas anteriormente mencionadas, foram incorporadas em uma única Área de Concentração (Ecologia), possibilitando a manutenção da estrutura do curso, através da maior abrangência e melhor homogeneidade das interfaces existentes entre as atividades de pesquisa do Programa.

    Em 27/02/1985 o Programa foi re-credenciado, com a denominação "Curso de Pós-Graduação em Ciências Biológicas", Área de Concentração em "Ecologia e Recursos Naturais".

    Como o Programa tinha o Nível Mestrado credenciado pelo Conselho Federal de Educação (Parecer 664/80), o recredenciamento (C.F.E. Parecer 89/85, 27/02/1985) passou a contemplar os Níveis Mestrado e Doutorado, na mesma área de concentração (Parágrafo 3, Resolução C.F.E. n° 5/83).  Em 1990 o Programa foi novamente recredenciado (C.F.E. Parecer 642/92, 01/12/1992), para os Níveis Mestrado e Doutorado.

    Com base nas atividades acadêmicas e de pesquisa, nos objetivos e no contexto dos Pareceres do C.F.E., referentes aos credenciamentos consecutivos, o Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Naturais da Universidade Federal de São Carlos (PPGERN/UFSCar), reconhecidamente destina-se à formação de:

    • Mestre em Ecologia e Recursos Naturais
      Área de Concentração: Ecologia e Recursos Naturais
    • Doutor em Ciências
      Área de Concentração: Ecologia e Recursos Naturais

    O rápido desenvolvimento da Área Ecológica no País (que contou com a criação quase simultânea de outros cursos de Pós-Graduação em Ecologia) e a complexidade inerente à diversidade e abrangência das subáreas do Programa, fez com que, já em meados da década de 80, fosse difícil a caracterização do profissional egresso na área de Concentração do PPGERN. O desenvolvimento e a incorporação de novas linhas de pesquisa, bem como a expressiva produção científica referente às subáreas estabelecidas na proposta inicial do curso, possibilitaram que a Comissão de Avaliação da CAPES, e posterior Parecer C.F.E. 89/85, observasse nessa ocasião, que parte das pesquisas desenvolvidas e em desenvolvimento estavam direcionadas a aspectos específicos, que não se enquadravam efetivamente na abordagem ecológica holística definida na Área de Concentração do Programa. Neste contexto, foram identificadas massa crítica de recursos humanos e produção científica suficientes para o desmembramento de algumas subáreas de pesquisa do PPGERN em dois novos Programas de Pós-Graduação na Área Biológica (os programas de Pós-Graduação em Genética e Evolução e em Ciências Fisiológicas), solucionando também o problema de caracterização do egresso do PPGERN.

    Embora apoiado em infra-estrutura e recursos humanos inicialmente limitados, o PPGERN teve rápida expansão, atuando como multiplicador de programas de formação de recursos humanos na área de Ecologia, dando origem a novos cursos de Graduação e de Pós-Graduação tanto em Ecologia quanto em Áreas correlatas, na própria UFSCar e também em outras Universidades do País.

     

    Objetivos do PPGERN/UFSCar

     

    O Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Naturais da Universidade Federal de São Carlos (PPGERN/UFSCar) tem como objetivo a formação de recursos humanos altamente qualificados e competentes a desenvolver atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão na Área de Ecologia e Meio Ambiente.  Os Ecólogos formados no PPGERN/UFSCar deverão estar preparados para atuar profissionalmente na perspectiva da manutenção de três aspectos essenciais à vida no Planeta:

    • Diversidade Biológica - A diversidade natural em seus diferentes níveis organizacionais.
    • Integridade Ecológica - A manutenção da composição, estrutura e função dos sistemas ecológicos.
    •  Conservação Ecológica - A persistência dos ecossistemas ao longo do tempo.

    O PPGERN/UFSCar visa formar profissionais preparados para enfrentar na prática os problemas da conservação, não considerando apenas os aspectos ecológicos, mas incorporando seus aspectos econômicos, sociais, políticos e culturais.

    Os Egressos do PPGERN/UFSCar são preparados para atuarem como disseminadores dos conhecimentos da Ciência Ecologia em seus múltiplos aspectos, a enfrentarem o enorme desafio de, no menor tempo possível, contribuir efetivamente para a Desaceleração do Processo de Degradação dos Recursos Naturais Não-Renováveis ora prevalente no País, e a iniciarem com urgência a Implementação de Práticas de Remediação e de Restauração dos Ecossistemas Degradados.

    O PPGERN/UFSCar visa ainda, por meio de um conjunto concatenado de Disciplinas Específicas e de Atividades Complementares no Campo da Ecologia, formar profissionais competentes, criativos e inovadores que contribuam para o desenvolvimento científico e tecnológico do País, priorizando a melhoria da qualidade de vida de sua população e o desenvolvimento sustentável.

    Em março de 2006 o PPGERN/UFSCar completou 30 anos de atividades, sendo um Programa inteiramente consolidado, nos níveis de Mestrado e Doutorado. Ao longo de seu desenvolvimento passou por mudanças em função da incorporação de novas linhas na sua estrutura de pesquisa e do incremento na complexidade e diversidade profissional de sua clientela.

    O PPGERN/UFSCar tem contribuído ativamente para a formação de novos grupos de ensino e de pesquisa na Área de Ecologia, desempenhando ainda um papel relevante na produção científica em Ecologia no país, se considerada a produtividade por docente/pesquisador participante do Programa.

    As linhas de pesquisa do PPGERN/UFSCar incorporam tanto o caráter básico quanto o aplicado, perpassando abordagens Autoecológicas e Sinecológicas que contemplam a Multidimensionalidade da Ecologia (Figura 1).

    A grande amplitude preconizada no nome do Programa, “Ecologia e Recursos Naturais”, encontra-se respaldada pela diversidade de especialidades do quadro docente credenciado e refletida nos aspectos quali-quantitativos das Dissertações (360) e Teses (460) até então produzidas (setembro/2006).

    A complexidade sistêmica enfatizada no tratamento da questão “Ecológica-Ambiental”, associada ao desafio da formação de um "Profissional do Ambiente", têm contribuído para que o PPGERN atenda a uma elevada demanda para a capacitação de profissionais já engajados no mercado de trabalho, sejam estes oriundos de outras Universidades ou de Instituições de Pesquisa, e que têm portanto maiores possibilidades de rapidamente contribuírem para mudar o paradigma da Devastação dos Recursos Naturais no Brasil.

    Nestes 30 anos de atividades acadêmicas, através de uma estrutura curricular integrada às linhas de pesquisa dos docentes credenciados, do interesse diversificado do corpo discente, de uma infra-estrutura científica e de pessoal como fator multiplicador de conhecimento na área, via pesquisa básica e aplicada, pode-se considerar que o PPGERN, ainda se encontra em trajetória de desenvolvimento.

                                                  Apresentacao2

     

    Figura 1 - Áreas e Linhas de Pesquisa Desenvolvidas Junto ao PPGERN/UFSCar (1976 a 2006)


    Este desenvolvimento contínuo, reflexo das diretrizes atualmente estabelecidas para o tratamento da questão ambiental, reflete também a própria dinâmica do Programa, com relação: às adaptações e reestruturação curricular; às alterações efetuadas no Regimento para o bom desenvolvimento das atividades acadêmicas e de pesquisa; à dinâmica de credenciamento dos docentes; à qualidade e à quantidade das Dissertações/Teses desenvolvidas; às dificuldades em termos do apoio financeiro contínuo e às necessidades materiais crescentes de equipamentos, espaço físico, material bibliográfico, etc..., bem como do próprio desenvolvimento da Ecologia.

    O direcionamento à formação de recursos humanos para o ensino superior e para o desenvolvimento científico e tecnológico, como instrumento eficaz de geração e difusão do conhecimento presente desde a implantação do Programa, pode ser sinteticamente visualizado nas bases científicas estabelecidas para o mesmo, desde sua criação:

     

    " Produzir Informações Científicas de Alto Nível em Ecologia, com a Finalidade de Aprofundar um Sistema de Conhecimento Endógeno e Incorporar Este Direcionamento a um Processo de Formação de Pessoal com Profundo Embasamento e Conhecimento Científico, Adequados à Realização da Pesquisa Ecológica Básica e Aplicada no País ”  (Tundisi,J.G. 1976)

    O desenvolvimento do Programa contou desde o início com o esforço dos Coordenadores que por meio de ações dinâmicas e mesmo ousadia, conseguiram um avanço tanto qualitativo quanto quantitativo na Pós-Graduação em Ecologia.

    Deve-se destacar o importante papel dos fundadores do Programa que, em 1976, embora contando com modesta infra-estrutura e considerando-se que a Ecologia era ainda uma Ciência incipiente em todo o mundo, e particularmente no Brasil, vislumbraram a importância desta Área para o País e para a Universidade Federal de São Carlos.

    Nestes 42 Anos o PPGERN/UFSCar contou com a contribuição de 10 (dez) Coordenadores, sendo que alguns em mais de um exercício (Tabela 1).

     

    Período/Ano Coordenador do PPG-ERN/UFSCar Permanência
    1976 – 1979 Prof. Dr. José Galizia Tundisi 3 anos
    1979 – 1981 Prof. Dr. Marcos de Afonso Marins 2 anos
    1981 – 1984 Prof. Dr. José Galizia Tundisi 3 anos
    1984 – 1987 Prof. Dr. Francisco Tadeu Rantin 3 anos
    1987 – 1989 Prof. Dr. José Eduardo dos Santos 2 anos
    1989 – 1991 Prof. Dr. José Eduardo dos Santos 2 anos
    1991 – 1992 Prof. Dr. Geraldo Barbieri 1 ano
    1992 – 1993 Profa. Dra. Angélica M. P. Martins Dias 1 ano
    1993 – 1995 Prof. Dr. José Eduardo dos Santos 2 anos
    1995 – 1996 Prof. Dr. José Eduardo dos Santos 1 ano
    1996 – 1998 Prof. Dr. José Roberto Verani 2 anos
    1998 – 2000 Prof. Dr. José Roberto Verani 2 anos
    2000 – 2002 Prof. Dr. José Eduardo dos Santos 2 anos
    2002 – 2005 Prof. Dr. José Eduardo dos Santos 3 anos
    2005 – 2007
    Prof. Dr. José Roberto Verani 2 anos
    2008 - 2012
    Profa. Dra. Dalva Maria da Silva Matos
    4 anos
    2012 - 2014
    Profa. Dra. Maria Inês Salgueiro Lima
    2 anos 
     2016 - 2018
    Prof. Dr. Irineu Bianchini Junior
    2 anos

            Tabela 1 – Coordenadores do PPGERN/UFSCar (1976 a 2018)


    Dentre estes Coordenadores merecem especial destaque o Prof. Dr. José Galizia Tundisi, idealizador e fundador do Programa em 1976, e o Prof. Dr. José Eduardo dos Santos, o qual exerceu a Coordenação do Curso por diversos períodos, garantindo a estabilidade e ao mesmo tempo o avanço qualitativo do Programa.

    Ações do documento